Onze funcionários da Prefeitura de Curitiba pediram licença do cargo para disputar as eleições em outubro, incluindo o ex-presidente da Câmara de Curitiba, Paulo Salamuni, que é procurador do município.

Desta forma, entre os dias 7 de julho e 7 de outubro, eles estarão afastados de suas atividades profissionais, mas continuarão recebendo salário normalmente.

As informações foram publicadas no Diário Oficial do município da última segunda-feira (9). Veja a lista completa com os nomes dos servidores que estão nessa situação no blog do jornalista João Frey, da Gazeta do Povo.

Veja os nomes que podem disputar a eleição presidencial de 2018