Sete integrantes do Ministério Público se inscreveram para disputar o cargo de procurador-geral de Justiça, na eleição marcada para o próximo dia 21 de fevereiro. Licenciado até a data da eleição, o atual procurador, Milton Riquelme de Macedo, irá concorrer à reeleição. O prazo para as inscrições foi encerrado ontem.

Vão disputar o cargo com Riquelme de Macedo os procuradores de Justiça Arion Rolim Pereira, Lineu Walter Kirchner, Milton Riquelme de Macedo, Munir Gazal, Olympio de Sá Sotto Maior Neto e Yedo de Faria Pinto Neto e o promotor de Justiça Fuad Chafic Abi Faraj. O mandato do procurador-geral é de dois anos.

O procurador geral de Justiça será escolhido pelo governador Roberto Requião (PMDB) em lista composta pelos três nomes mais votados. O colégio eleitoral é formado pelos 80 procuradores e 476 promotores de Justiça que votarão em todo o estado.

Riquelme de Macedo foi o segundo mais votado na eleição de 2004, quando concorreu com Maria Tereza Uille Gomes, que estava tentando a recondução. A lista enviada ao governador continha apenas os dois nomes. O governador não gostou e ameaçou devolver a lista para o MP. Mas depois optou por nomear o segundo colocado. (EC)