O presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf, afirmou nesta terça-feira, 18, que o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), disse que aceitaria uma proposta que concedesse uma reoneração linear da folha de pagamento das empresas. Skaf visitou Cunha para discutir a proposta.

No momento, líderes partidários do Senado, casa em que o projeto tranca a pauta de votações desde a terça-feira da semana passada, 11, estão reunidos para discutir o teor da proposta que vai a votação no plenário. Se houver modificações no Senado, o texto terá que voltar para nova votação na Câmara.

Segundo Skaf, Cunha se disse a favor “do conceito” de reoneração das empresas em um patamar inferior ao praticado antes da política de desonerações e disse que, se houver acordo com o Senado, dará tramitação célere à mudança.