O corregedor-geral do Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE), Caio Nogueira Soares, determinou, ontem, a suspensão da Concorrência Pública promovida pela Copel para selecionar a melhor proposta técnica e de preço para três sistemas informatizados necessários à gestão empresarial e de consumidores nos setores elétrico e de telecomunicações da estatal.

O corregedor constatou que um dos itens do edital continha irregularidade ao restringir a participação às empresas que tenham atuado no ramo de energia elétrica ou telecomunicações.