Em rápido pronunciamento no Palácio do Planalto, o presidente Michel Temer confirmou nesta quinta-feira, 19, o falecimento do ministro Teori Zavascki, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal. Ladeado pelos ministros José Serra (Relações Exteriores) e Alexandre de Moraes (Justiça), Temer referiu-se ao acidente com o avião que transportava Teori como um “doloroso acontecimento”. A aeronave caiu hoje à tarde no mar de Paraty, litoral sul do Rio de Janeiro.

“Recebemos com profundo pesar a notícia do falecimento do ministro Teori Zavascki. Neste momento de luto, manifesto aos familiares do ministro e demais ocupantes do voo meus sentimentos de pesar e associo-me a todos os brasileiros ao lamentar a perda de um homem público exemplar”, declarou Temer. Ressaltou ainda que ações de Teori “a favor do direito e da Justiça” sempre distinguiram o ministro. “Teori Zavascki era homem de bem”, afirmou Temer, antes de decretar luto oficial de três dias como “uma modesta homenagem” ao magistrado.