O candidato a vice-presidente Michel Temer (PMDB) participou na noite de hoje de encontro com prefeitos de diversos partidos em apoio à candidatura de Dilma Rousseff (PT). A convocação foi feita pelo governador reeleito Silval Barbosa (PMDB), que tenta reverter a vitória do presidenciável José Serra (PSDB) em Mato Grosso no primeiro turno.

Participaram do encontro cerca de 100 prefeitos do total de 141 municípios do Estado. No primeiro turno, Serra venceu Dilma em 86 municípios mato-grossenses. O ex-governador e senador eleito Blairo Maggi (PR) afirmou que o resultado da eleição surpreendeu, pois, uma semana antes, as pesquisas indicavam uma vitória expressiva de Dilma no Estado.

Barbosa disse que espera contar com o engajamento dos prefeitos na campanha por conta do curto espaço de tempo para o segundo turno e da extensa dimensão de Mato Grosso. Em discurso, o coordenador da campanha de Dilma no Estado, também presidente do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), Luiz Antonio Pagot, afirmou aos prefeitos que uma possível vitória de Serra representaria a volta “a um passado negro e ao apagão logístico em Mato Grosso”.

Segundo ele, nos últimos dois anos o governo Luiz Inácio Lula da Silva investiu R$ 2,4 bilhões em infraestrutura no Estado. Ao chegar à sede da Associação Mato-Grossense de Municípios para participar da reunião com os prefeitos, Temer prometeu dar continuidade aos investimentos do governo federal no Estado.