Foto: Ciciro Back

Mauro Moraes: condenados.

O ministro Caputo Basto, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), confirmou multa de R$ 21,2 mil por propaganda antecipada aplicada ao deputado estadual do Paraná, Mauro Rafael Moraes e Silva (PMDB), e ao vereador de Curitiba, Gilberto Pires dos Santos (PR).

Os dois foram condenados pela Justiça Eleitoral por terem distribuído, antes de iniciado o prazo legal da campanha de 2006, canetas e relógios que estampavam suas fotos e slogan político. Enquanto isso, o PTC de Curitiba protocolou no TRE representação contra a propaganda da prefeitura nos vidros traseiros dos ônibus da capital.