Depois de ter declarado que não iria recorrer da perda do mandato, o ex-prefeito de Paranaguá Mário Roque (PMDB) tentou, na surdina, reaver sua cadeira na Assembleia Legislativa em ação cautelar impetrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Na véspera do Natal, o ministro Henrique Neves negou pedido de liminar a Roque. Isto significa que Wilson Quinteiro (PSDB) permanece como deputado estadual. Roque foi cassado com base na resolução 22.610, do TSE, sobre fidelidade partidária.