O vereador Dilto Vitorassi (PV) perdeu a linha e chamou manifestantes de burros durante a votação do projeto de lei que propõe o aumento de 15 para 19 vereadores na Câmara Municipal de Foz do Iguaçu, no extremo oeste paranaense.

“Há, não sabe o quê? Tá sobrando dinheiro, manda para a saúde, manda para a educação”, disse um dos eleitores que estavam acompanhando a votação. Ao ouvir isso, Dilto Vitorassi retrucou. “Você é burro. Se você não sabe fazer cálculo, burro, vai aprender”.

Apesar da manifestação e do barrado gerado na câmara, 11 vereadores votaram a favor e três foram contrários.

Questionado a respeito da agressão o vereador disse que respondeu no mesmo nível. “Chegou o momento em que tivemos que parar a sessão por 15 minutos porque três pessoas começaram, aos berros, ficar parando a sessão. A gente tem que dar um chega pra lá também e que fique todo mundo dentro do mesmo nível”, respondeu.

Uma manifestante explicou a razão do protesto. “Trata-se de um projeto que não tem sentido. Não beneficiará em nada a cidade. É um absurdo que o vereador Dilto parta para a ofensa a quem está se manifestando”, disse Catyia Ronsani, da App Sindicato.

*Com informações do G1 Paraná.

Paraná Online no Facebook