Vestida de capeta, uma manifestante protestou hoje no Salão Verde da Câmara dos Deputados contra a absolvição de Jaqueline Roriz (PMN-DF). Dizendo-se motivada por uma “indignação com a impunidade”, Leiliane Rebouças conseguiu ficar por cerca de 10 minutos no local até ser retirada pelos seguranças com o argumento de que não estava vestida apropriadamente, como determina o regimento da Casa.

Além da fantasia, Leiliane levou um cartaz que expunha seu protesto. “Senhores (as) deputados (as) que salvaram Jaqueline Roriz, vão para o inferno e que o diabo os carregue”.

Após ser retirada pela segurança, a manifestante trocou de roupa e foi encaminhada à polícia legislativa, onde foi registrado um boletim de ocorrência. Os seguranças, porém, garantem que não haverá qualquer restrição de acesso dela no futuro.

Leiliane disse ao Grupo Estado que já fez outras manifestações na Câmara e que acompanhou o julgamento de ontem da galeria. Ela faz parte de um movimento chamado “Adote um Distrital”, que procura acompanhar o trabalho dos políticos do Distrito Federal.