A eleição do deputado federal Barbosa Neto como novo prefeito de Londrina, no domingo, consolida o PDT do senador Osmar Dias como um dos partidos mais fortes, principalmente, no interior do estado. Além do novo prefeito de Londrina, o partido administra outras importantes cidades, como Cascavel, Foz do Iguaçu, Paranaguá, Umuarama e Pato Branco.

O quadro das administrações municipais mostra que, mantida, a aliança entre PSDB, PDT, DEM e PPS é praticamente imbatível, já que para essa conta, além das prefeituras do PDT, se somariam Curitiba e Ponta Grossa, administradas pelo PSDB.

No Paraná, a aliança ainda tem o apoio do PP, que governa Maringá, Toledo e Guarapuava. Os principais adversários do grupo teriam de usar a força das máquinas federal e estadual, já que, PT e PMDB não administram grandes cidades paranaenses: O PT governa Pinhais, com Professor Luizão, e o PMDB tem o prefeito de Campo Mourão, Nelson Tureck, além de administrar grande parte da Região Metropolitana de Curitiba, decisiva para a reeleição de Roberto Requião ao governo, em 2006.

Os resultados das eleições municipais fortalecem Osmar Dias, pré-candidato pedetista ao governo do estado com o apoio do presidente do PP, Ricardo Barros, na disputa com os tucanos Beto Richa e Alvaro Dias, que também almejam disputar a sucessão estadual.

O prestígio consolidado e bem distribuído de Osmar em todo estado pesa a seu favor. Beto Richa ainda não teve seu apelo testado no interior e Alvaro enfrentou grande rejeição na eleição para o Senado em 2006 e quase foi surpreendido pela petista Gleisi Hoffmann.

Mesmo assim, os tucanos apareceram na frente na pesquisa do Datafolha na semana passada. “Cada eleição tem sua própria história, sua própria dinâmica e eleições municipais historicamente não modificam o quadro da disputa estadual no Paraná”, comentou Alvaro Dias, dizendo não acreditar na influência da vitória de Barbosa sobre o quadro de 2010.

Já Osmar Dias comemorou a vitória do pedetista. “O PDT sai fortalecido ao vencer as eleições naquela que é a segunda maior cidade do Paraná, no número de eleitores. Damos mais um passo à frente para que o projeto que o PDT vai apresentar para o Paraná em 2010 se solidifique”, disse.

No dia seguinte à vitória nas urnas, Barbosa Neto iniciou os trabalhos de transição. Ele reuniu-se na tarde de ontem com o prefeito interino, Padre Roque (PTB). Hoje, Barbosa encontra-se com o governador Roberto Requião. Ainda esta semana, Barbosa viaja a Brasília em busca de apoio do governo federal.

“Já marquei audiência com seis ministros e estou tentando marcar reunião com o presidente Lula”, disse. O prefeito eleito disse ainda que conta com os deputados federais londrinenses, principalmente os com base em Londrina, entre eles Luiz Carlos Hauly (PSDB), derrotado na eleição de domingo. “Já telefonei para o Hauly e pedi desculpas pelo embate. Disse que ele é muito importante para Londrina e que contamos com o apoio dele em Brasília”. Barbosa deve tomar posse na primeira semana de maio.