A primeira eleitoral divulgada depois que Beto Richa (PSDB) renunciou à prefeitura de Curitiba para se desincompatibilizar para a disputa pelo governo do Estado e Orlando Pessuti (PMDB) assumiu o governo do Estado com a renúncia de Roberto Requião para disputar o Senado, mostra empate técnico entre o tucano e o senador Osmar Dias (PDT) na corrida para o Palácio Iguaçu, com o governador ainda bem atrás dos dois primeiros colocados.

Com uma margem de erro alta, de 3,7 pontos percentuais, a pesquisa Vox Populi encomendada pela Rede Bandeirantes de Televisão aponta o empate técnico mesmo com uma vantagem de sete pontos para o ex-prefeito da capital.

Beto Richa aparece no novo levantamento com 40% das intenções de voto, contra 33% de Osmar Dias. O governador Orlando Pessuti aparece na terceira posição com 10%.

Rubens Bueno (PPS) tem 3% das intenções de voto e Luiz Felipe Bergmann (Psol) e Paulo Salamuni (PV), 1%. Já o pré-candidato Lineu Tomáss (PMN) não atingiu 1%.

Dois por cento dos entrevistados declararam que votarão nulo ou em branco. Se o empate técnico já mostra que a disputa deverá ser bastante acirrada entre os dois candidatos, o número de eleitores indecisos também é significante.

Indecisos

Dez por cento dos entrevistados disseram ainda não saber em quem votarão, ou não responderam à pesquisa, o que indica que o quadro seguirá indefinido. Foram ouvidas 700 pessoas entre os dias 8 e 12 deste mês. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral sob o número 1132/2010.

Apesar das grandes movimentações políticas nos últimos três meses, com a renúncia de Beto Richa, a posse de Pessuti e a indefinição de como será a coligação de Osmar Dias, os números do Vox Populi pouco variaram em relação à última pesquisa divulgada pelo instituto, em fevereiro deste ano.

A diferença entre os dois primeiros candidatos manteve-se igual, com Beto e Osmar ganhando dois pontos em relação a fevereiro (a última pesquisa indicava 38% a 31% para o tucano) e Pessuti ganhou apenas um ponto a mais que os dois adversários, saltando de 7% para 10%.