Campinas (AE) – Estevam Soares não é mais o técnico da Ponte Preta. A demissão dele foi decidida no início da tarde desta terça-feira, em reunião com a diretoria e o presidente Sérgio Carnielli. O seu substituto também já foi definido. Será Nenê Santana, que chegou a comandar o time de forma interina em algumas partidas neste Campeonato Brasileiro.

A demissão de Estevam foi pedida pelo próprio presidente Sérgio Carnielli, que queria mexer com o grupo de jogadores depois da derrota para o Palmeiras, por 6 a 2, na última rodada, que deixou a Ponte ameaçada de rebaixamento no Brasileiro.

Assim, Nenê Santana comanda a Ponte já no jogo deste domingo, contra o Corinthians, no Morumbi, que pode definir o título brasileiro. Depois, o time ainda joga com o Brasiliense, em Campinas, pela última rodada do campeonato.

Esta foi a terceira passagem de Estevam pela Ponte. A primeira aconteceu em 2000 e a segunda foi em 2004, quando ele deixou o clube para assumir o Palmeiras. Dessa vez, a estréia do treinador aconteceu no dia 28 de agosto, com a derrota para o Atlético-MG. Desde então, foram 19 jogos, com apenas 5 vitórias, 3 empates e 11 derrotas.

A fraca campanha sob o comando de Estevam fizeram a Ponte cair para a 16ª colocação do Brasileiro, com 48 pontos.