Rio de Janeiro (AE) – O Flamengo conseguiu, pela primeira vez, sua segunda vitória consecutiva no Campeonato Brasileiro ao derrotar a Ponte Preta, por 1 a 0, nesta quarta-feira, no estádio Luso-Brasileiro, na Ilha do Governador. Mas, apesar do triunfo, a equipe carioca dificilmente escapará de uma punição no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) porque um explosivo foi arremessado no campo. Já o time de Campinas, no primeiro jogo do Brasileiro em que não marcou gols, ainda perdeu a liderança da tabela de classificação.

Sob o olhar do novo técnico Zetti, que estava no setor de cadeiras especiais do estádio, a Ponte Preta começou bem a partida arriscando chutes da intermediária com o meia Danilo e o lateral Hiran. Mas, aos poucos, o Flamengo se organizou em campo e passou a ameaçar a meta adversária. O gol da vitória rubro-negra foi marcado aos 46 minutos do primeiro tempo. Em jogada pela direita, o meia Renato cruzou a bola e o volante Jônatas, já caído na área, chutou de direita no canto esquerdo do goleiro Lauro.

Logo após o gol rubro-negro, o árbitro Antonio Hora Filho terminou a etapa. Nesse momento, um explosivo, conhecido por "cabeção de nego", foi arremessado perto do goleiro Lauro, que ficou atordoado e caiu com o barulho da explosão. O autor do arremesso foi identificado pela Polícia Militar como sendo Rui Aguiar Henriques, de 31 anos, trajado com uma jaqueta do Flamengo.

Apesar de o torcedor ter sido identificado, esta ação somente não será necessária para livrar o Flamengo de pelo menos a perda de um mando de campo no STJD, já que o árbitro afirmou que relatará o episódio na súmula. A punição pode chegar a suspensão de até três mandos.

Resolvido o problema, o segundo tempo começou e a Ponte Preta foi dando sinais de que o time cansou. Durante toda a etapa, o Flamengo atacou e obrigou Lauro a fazer difíceis defesas. Sem poder de reação, restou aos jogadores do time paulista lamentarem a perda da liderança na tabela para o Corinthians, que totalizou 34 pontos, enquanto a equipe de Campinas permaneceu com 33.

Ficha técnica

Flamengo 1 x 0 Ponte Preta

Flamengo: Diego; Leonardo Moura, Renato Silva (Rodrigo), Fabiano e André; Augusto Recife, Jônatas (Róbson), Renato e Souza; Jean e Obina (Bruno Mezenga). Técnico: Celso Roth.

Ponte Preta: Lauro; Luciano Baiano, Galeano, Rafael Santos e Hiran; Éverton, Carlinhos (Luciano Santos), Ângelo, Danilo (Isaias) e Evando (Gabriel); Kahê. Técnico: Nenê Santana.

Gol: Jônatas, aos 46 minutos do primeiro tempo.