O movimento, segundo o governo do Estado, está se espalhando por todo Paraná. ?Estou impressionado com a força do movimento. As adesões vêm de todos os lados. Algumas são inesperadas. Pediram listas para colher assinaturas, pessoas tão diversas como o aposentado Aluísio Bernardes, que esteve nesta segunda-feira na Boca Maldita, em Curitiba, e pediu a lista do abaixo-assinado para colher assinaturas em Jacarezinho?, relata Greca.

Além da população, empresários e políticos se mobilizam para defender o porto paranaense. O vereador de Juranda e presidente da Uvepar (União dos Vereadores do Paraná), Bento Batista da Silva; o vereador Ângelo Andreatta, presidente da Câmara de Quatro Barras e o empresário Francisco Simeão, da BS Colway, apóiam o movimento. Simeão se comprometeu a divulgar o abaixo-assinado entre os funcionários de sua fábrica de pneus em Piraquara.

Na próxima quarta-feira (27), às 11 horas, no Teatro Municipal de Antonina, acontece ato público em favor da gestão paranaense do Porto, com presenças já confirmadas dos deputados estaduais Rafael Greca e Antonio Anibelli e do deputado federal Max Rosenmann.