O presidente do Partido Popular Progressita (PPS), deputado Roberto Freire (PE), apresentou há pouco ao Diretório Nacional do partido a proposta de afastamento da base governista, entrega dos cargos e independência do governo Lula. Ao apresentar a proposta, Roberto Freire ressaltou que o partido não quer fazer parte do bloco da oposição, mas sim ter liberdade na hora de votar os assuntos de interesse do país.

O presidente do PPS disse que chegou a hora de o partido mostrar a capacidade de pensar no país, independentemente de conveniências políticas. Ele criticou o atual governo, ao dizer que o presidente Lula, quando eleito, despertou a esperança de mudanças, mas nesses dois anos se caracterizou pela continuidade "naquilo que há de pior".

Roberto Freire disse ainda que o governo Lula é conservador, continuísta e mantém um relacionamento promíscuo com o Congresso Nacional. Segundo ele, o PPS não pode definir sua posição política em função de cargos no governo.

A reunião está sendo realizada no Hotel Guanabara, no Centro do Rio, e a decisão sobre a saída ou não do governo deve ser anunciada no meio da tarde.