A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior do Ministério da Educação (Capes/MEC) pretende reduzir o tempo de espera para o pagamento dos mais de 1.500 bolsistas brasileiros que moram em 30 países. O processo que durava vinte dias passará a demorar três.

A parceria firmada entre o Ministério da Educação e a agência do Banco do Brasil vai reunir os dados desses estudantes em um sistema eletrônico gerenciado por técnicos da Capes, o que não era feito anteriormente.

A Capes afirma ainda que os bolsistas que tiverem conta no Banco do Brasil em outras capitais do mundo poderão receber o auxílio em até 48 horas.