São Paulo – O preço da cesta básica caiu em 12 das 16 capitais pesquisadas pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Sócio-Econômicos (Dieese) em março. A pesquisa divulgada hoje revelou que as quedas mais significativas ocorreram em Salvador (-3,67%), Porto Alegre (-3,26%), Aracaju (-3,14), Curitiba (-2,15%), Rio de Janeiro (-2,06%) e Recife (-2,05%). E as maiores altas de preço ocorreram nas cidades de Fortaleza (3,20%), Natal (2,70%), Vitória (1,20%) e Belém (0,64%).

A queda verificada em Porto Alegre fez com que o maior custo apurado ficasse com São Paulo. Mesmo com queda de 0,02% em relação à apuração passada, a cidade apresentou a cesta mais cara do país, de R$ 166,96 ? ultrapassando a capital gaúcha (R$ 163,80) e Brasília (R$ 162,92). Os menores valores ocorreram em Recife (R$ 137,44), Salvador (R$ 138,06) e João Pessoa (R$ 139,99).

No acumulado do primeiro trimestre, apenas as capitais da região Sul do país registraram variação negativa: Porto Alegre (-3,13%), Curitiba (-2,99%) e Florianópolis (-0,05%). As maiores altas aconteceram no Nordeste: Fortaleza (12,44%), Natal (11,24%) e João Pessoa (9,31%).