A Prefeitura de Curitiba pagará até a próxima terça-feira (31) R$ 22 milhões em precatórios (dívidas do poder público resultantes de decisões judiciais). De acordo com o secretário municipal de Finanças, Luiz Eduardo Sebastiani, enquanto vários municípios e estados atrasam os pagamentos, a saúde financeira da Prefeitura de Curitiba garante o pagamento integral dos precatórios. "A eficiência e a responsabilidade financeira exigidas pelo prefeito Beto Richa nos colocam em dia com todas as obrigações do município. Estamos cumprindo esse compromisso, além de outros, exclusivamente com recursos do tesouro municipal", afirma o secretário.

A maioria dos precatórios refere-se a indenizações trabalhistas e pagamento de desapropriações, para cerca de 200 beneficiários, entre pessoas físicas e jurídicas. O pagamento em dia desses valores segue a Lei de Responsabilidade Fiscal. Pelo segundo ano consecutivo, essa obrigação é integralmente cumprida pelo município. No ano passado, a Prefeitura de Curitiba pagou os precatórios de 2005 e também quitou a dívida deixada em 2004. O débito de R$ 14,4 milhões ficou pendente, e foi pago junto com os R$ 19 milhões dos precatórios do ano passado.