A Prefeitura de Curitiba pede aos moradores da cidade que deixem o carro na garagem na segunda-feira (22), ?Dia sem carro?. Além de Curitiba, outras 50 cidades brasileiras estão envolvidas na campanha, que conta com a participação de duas mil cidades em todo o mundo.

Essa será a primeira vez que Curitiba participa do ?Dia Sem Carro?, movimento que nasceu na cidade francesa de La Rochelle, há seis anos. No Brasil, a campanha foi introduzida em 2001 pela organização não-governamental Instituto RuaViva, que pesquisa a mobilidade sustentável nas cidades. A adesão dos motoristas nas cidades participantes tem sido, em média, de 30%.

A principal ação no ?Dia sem carro? em Curitiba será a delimitação de uma área de 72 quadras do centro da cidade onde não vão circular veículos individuais durante o dia todo. São as quadras paralelas ao calçadão da Rua XV de Novembro e o entorno da Praça Tiradentes.

Nessas ruas haverá programação recreativa, shows de música, apresentações de teatro e distribuição de mudas de plantas fitoterápicas. Nas Praças Osório, Tiradentes e Zacarias estarão montadas exposições especiais contando a história de cada uma delas.

Agentes da Diretran vão orientar os motoristas que circulam próximo às 72 quadras do bloqueio no Centro. Serão colocadas faixas em pontos estratégicos para mostrar quais são os caminhos alternativos e desvios. Os táxis, ambulâncias, carros de policiais e outros veículos de serviços de emergência terão passagem liberada. 

Alguns pontos fora do Centro também terão restrição de trânsito, nas regionais do Boqueirão, Pinheirinho, Bairro Novo e Portão. Serão, no total, 14 quadras bloqueadas à passagem de carro, com atividades recreativas organizadas pelo comércio e entidades locais.