A Prefeitura de Curitiba decidiu intensificar a segurança nos parques da cidade, depois do acidente que causou a morte de um homem que entrou na cachoeira do Paraque Tanguá para recuperar o sapato da filha, no último domingo. Segundo a diretora do Departamento de Parques e Praças, Denise Basgal, além das barreiras físicas existem placas de sinalização, mas a prefeitura vai reforçar esses alertas à população.

Ela explicou que nesses locais há as guardas Ambiental e Municipal, mas que a falta de prudência pode causar acidentes como o de domingo. A preocupação das autoridades responsáveis é também com os grupos de pessoas que fazem rachas de automóveis em parques como o Tanguá, Barigüi e Náutico, pondo em risco a segurança dos freqüentadores. No ano passado, houve outra ocorrência no Parque Tanguá. Segundo Denise, foi uma jovem que atentou contra a própria vida.