O final das férias dos professores, educadores e pedagogos que atuam nos Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs) está sendo de muito trabalho. Nesta segunda e terça-feira (25 e 26), dois dias antes do reinício das atividades, os três mil profissionais que atuam com crianças na faixa dos 4 meses aos 5 anos e 11 meses estão participando de uma nova etapa de capacitação, oferecida pela Secretaria Municipal da Educação.

O treinamento é de 12 horas e servirá como complemento às oito horas de formação oferecidas durante a Semana de Estudos Pedagógicos, evento promovido no período de 13 de junho a 07 de julho. "O investimento da Prefeitura de Curitiba nas suas carreiras representa a construção de uma autonomia profissional", disse a diretora do departamento de educação infantil da Secretaria Municipal da Educação, Ida Moro Miléo de Mendonça.

Ao falar aos participantes, Ida ressaltou as principais ações que serão colocadas em prática, a partir deste segundo semestre. Entre as novidades estão a validação do regimento dos CMEIS, a informatização das unidades (para que, em rede, possam fazer parte do sistema de educação da secretaria) e o início do trabalho de oito horas, com permanência para o educador.

"São medidas que demonstram como a administração do prefeito Beto Richa considera prioritário investir na expansão da Educação Infantil e na qualidade da educação oferecida no município", disse Ida.

O repasse de novos conteúdos aos profissionais foi estendido também aos educadores dos centros de educação infantil conveniados à prefeitura. Durante os dois dias de evento, os profissionais poderão conhecer e discutir as teorias e práticas apresentadas por especialistas no atendimento às crianças desta faixa etária.

Os conteúdos estão sendo repassados por meio de palestras que abordam temas como projeto pedagógico, desenvolvimento infantil, compartilhamento da educação infantil – a relação com famílias, organização de espaços e tempo, além da avaliação e limites na educação infantil.

Os profissionais estão assistindo às palestras divididos em grupos, conforme o núcleo regional a que pertencem. Os encontros acontecem no Centro de Convenções, na sede social do Paraná Clube e no anfiteatro do Colégio Bom Jesus.

Organização de espaços

Na manhã do primeiro dia, os profissionais das regionais do Portão, do Pinheirinho e da CIC acompanharam a apresentação da cientista social formada pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo e integrante da equipe Técnica do Instituto Avisa Lá, Maria Virginia Gastaldi, falar sobre a organização de espaços e tempo na educação infantil.

"Proponho uma reflexão sobre as diferentes experiências que podem ser vivenciadas dentro dos espaços de aprendizagem", disse Maria Virginia aos profissionais. A palestrante abordou as atitudes que os educadores podem tomar na hora de preparar espaços para o processo educativo dos meninos e meninas que freqüentam os CMEIs.

Os conteúdos repassados deverão se transformar em ações nas salas de atividades dos CMEIs. "São informações capazes de transformar nossa relação com as crianças", disse a educadora do CAIC Cândido Portinari, Mônica Batista. Para a educadora, a capacitação oferecida pela Prefeitura é um instrumento eficaz para assegurar a qualidade dos serviços oferecidos à população. "Ficamos mais seguras e experientes", assegura Mônica.

Atuando há dois anos como educadora da rede municipal de ensino, Ivanilde Aparecida Batista acredita que os cursos e capacitação ofertados pela Prefeitura são mais do que formas de garantir qualidade de ensino. "É uma valorização direta em nossas carreiras. Estão investindo no nosso trabalho", disse ela.

Com estas etapa, os profissionais da educação infantil cumprirão as 20 horas de capacitação previstas para serem realizadas no ano. Os encontros estão acontecendo em dois períodos, pela manhã das 8h00 às 12 horas e à tarde das 1h30 às 17 horas.