O prazo para os municípios enviarem o termo de adesão ao programa Bolsa Família termina amanhã (20). O documento é necessário para que as prefeituras participem do programa. A secretária nacional de Renda de Cidadania do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), Rosane Cunha, destacou o papel dos gestores municipais de todas as regiões do país para o sucesso do programa.

Rosane explicou que os gestores são os principais incentivadores do Bolsa Família e lembrou que os municípios que aderirem ao programa vão ter vantagens. "Nossa expectativa é chegar a 100% de adesão. Mas a principal vantagem da adesão dos municípios ao programa é ter, além de responsabilidades mais claras na execução, a possibilidade de uma prioridade para a expansão do programa. Os municípios só têm acesso a recursos financeiros para apoio à gestão municipal, se aderirem", afirmou. Rosane disse ainda que estão sendo liberados, ao longo deste ano, cerca de R$ 90 milhões para a atualização cadastral, apenas para os municípios que assinaram o termo de adesão.

Das mais de 5.500 cidades brasileiros, aproximadamente 2.800 já enviaram o termo de adesão, que define as responsabilidades dos municípios e do ministério na execução do Bolsa Família. Os gestores que quiserem ter mais informações sobre o processo de adesão ao Bolsa Família podem acessar a página do ministério na internet: www.mds.gov.br e também usar o sistema informatizado para fazer a adesão com a utilização da mesma senha do cadastro único.