Mais de 980 mil jovens brasileiros são atendidos pelas políticas do governo. A afirmação foi feita, nesta quarta-feira, pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, ao participar da abertura da Olimpíada do Conhecimento, promovida pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), em São Paulo.

Lula citou o Programa Nacional de Inclusão de Jovens (ProJovem), a Escola de Fábrica e o Programa Universidade para Todos (ProUni). Segundo o presidente, com o ProUni, 116 mil pessoas puderam ingressar no ensino superior neste ano. A meta do governo é abrir 470 mil vagas nas universidades públicas nos próximos três anos.

O presidente destacou que essas ações vão permitir que o país possa concorrer com os países desenvolvidos. "O Brasil, um dia, deixará de ser um grande exportador de matéria-prima e de produtos in natura e será um exportador de inteligência e conhecimento. Quando o Brasil chegar a esse nível, pode ficar certo de que estaremos competindo em igualdade de condições com as economias e os países mais desenvolvidos do mundo", afirmou Lula.

A Olimpíada do Conhecimento vai avaliar a qualidade do ensino profissional e reunirá 700 alunos de cursos do Senai. O governo deverá destinar R$ 330 milhões na educação profissional em 2006, 15% a mais do que os recursos aplicados neste ano, segundo nota do Palácio do Planalto.