O presidente do PPS, deputado Roberto Freire (PE), disse há pouco que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva não foi convincente no discurso que proferiu durante a reunião ministerial da Granja do Torto, tendo-se limitado basicamente ao que era esperado para não criar ainda mais dificuldades para o País.

"Só esperamos que, amanhã, ele não volte com seus arroubos e que todos nós tenhamos de ouvi-lo novamente", afirmou Freire.

Segundo ele, "o País quer provas que confirmem a sua não-responsabilidade nas denúncias de corrupção, e não mais declarações que não chegam a nada". O presidente do PPS lembrou que Lula, até agora, não afastou do governo todos os denunciados de envolvimento no esquema de corrupção, e no discurso "fez, como tem feito até hoje, entregar o PT na bandeja, como se o partido agisse a sua revelia".