O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Marco Aurélio Mello, disse nesta quinta-feira (31) que acredita que as eleições trarão dias melhores para o País, acabando com a crise política enfrentada atualmente. "O ato (eleição) repercutirá nos próximos anos e repercutirá em termos de dias melhores, para abandonarmos esta quadra vivida, que já rotulei como de crise absoluta", afirmou.

Marco Aurélio espera que o eleito dê prioridade ao interesse coletivo. "Que os escolhidos se mostrem verdadeiros servidores e não sejam pessoas que venham a utilizar o cargo, não para servir a seu semelhante, mas para se servir do próprio cargo", disse.

O presidente do TSE voltou a defender o fim da reeleição. Segundo ele, o dia a dia demonstrou que o País não deveria ter adotado essa novidade. Ele também falou sobre a segurança das urnas eletrônicas. E disse que nos dez anos de utilização dessas máquinas não houve nenhuma impugnação substancial.