O presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o ministro da Integração Nacional, Pedro Brito, inauguram na próxima terça-feira (6), no interior do Ceará, três reservatórios públicos para a criação de peixes. A Estação de Piscicultura do açude Castanhão, no município de Nova Jaguaribara, vai beneficiar mais de 90 mil moradores da região, que tem baixo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH).

De acordo com a Secretaria Especial de Aqüicultura e Pesca (Seap), da Presidência da República, a experiência é inovadora para a inclusão social e vai garantir nova perspectiva de trabalho, renda e segurança alimentar a população de uma das regiões mais pobres do país.

Na solenidade, o presidente Lula vai assistir a entrega de escrituras de posse aos agricultores que moravam na área inundada pelo açude e que foram reassentados no entorno.

Segundo informações da Seap, o açude Castanhão faz parte do complexo de mesmo nome. As obras se arrastavam há quase 15 anos e por determinação do presidente Lula foram concluídas em 2003. Nos dois anos seguintes, através do Departamento Nacional de Obras contra as Secas Dnocs), o governo investiu R$ 55,6 milhões nas obras de conclusão do complexo, que além do açude, compreende uma barragem, uma estação ecológica e o parque aquícola.

Ainda de acordo com a Seap, somente na Estação de Piscicultura, o Dnocs investiu R$ 1,38 milhão. A estimativa é de que o parque aquícola produza 32 mil toneladas de pescado por ano, tornando-se a maior estação do Nordeste.