O presidente Luiz Inácio Lula da Silva defendeu a integração da América do Sul durante discurso no encerramento do 5º Encontro Brasil/Venezuela, em Manaus. Segundo ele, é preciso equilibrar as balanças comerciais dos países por meio de acordos comerciais. Para isso, Lula disse que é preciso combater os entraves técnicos dos acordos. ?Acreditamos na integração política, econômica e social do continente. Entretanto, não haverá integração se não destravar a burocracia legal?, enfatizou.

Lula propôs que os presidentes sul-americanos tomem uma decisão conjunta para combater a burocracia dos acordos. ?Não podemos exigir que um técnico burle uma norma legal. Se for necessário enviaremos ao Congresso de cada país as mudanças para que a gente possa fazer uma revolução antiburocrática na América do Sul?, disse.

Em seu discurso, o presidente falou, ainda, sobre a importância da região Amazônica para o desenvolvimento do Mercosul. ?Queremos estimular o desenvolvimento social e econômico da Amazônia e promover a inserção internacional de seus produtos viabilizando, o aumento de exportações?, afirmou.