O presidente Luiz Inácio Lula da Silva é esperado na Base Aérea do Galeão às
9h50 desta quarta-feira para participar da solenidade de lançamento ao mar do
submarino Tikuna, o quarto construído pelo Arsenal de Marinha do Rio de Janeiro.
A cerimônia deve terminar às 12h10 e em seguida o presidente volta a Brasília,
com chegada prevista para 13h50.

Da Base Aérea o presidente seguirá de
helicóptero para o Navio-Aerodrómo São Paulo, de onde se desloca para o Arsenal
de Marinha para presidir a cerimônia de lançamento do Tikuna, acompanhado pelo
ministro da Defesa, o vice-presidente José Alencar, e pelo comandante da
Marinha, Roberto de Guimarães Carvalho.

O Tikuna foi construído com
mão-de-obra do Arsenal de Marinha e terceirizada, com geração total de 2,1 mil
empregos diretos e indiretos. Único país abaixo da linha do Equador capacitado
para construir submarinos, e um dos 15 do mundo, o Brasil começou a ganhar
capacitação tecnológica em 1979. Além do Tikuna, já foram construídos no país em
26 anos os submarinos Tamoio, Timbira e Tapajós.