O presidente Luiz Inácio Lula da Silva já está em Davos (Suíça) para participar do Fórum Econômico Mundial. Ele desembarcou em Zurique e seguiu de helicóptero para Davos, acompanhado dos ministros José Dirceu, da Casa Civil, Antonio Palocci, da Fazenda, e Eunício Oliveira, das Comunicações. O chanceler Celso Amorim, o ministro do Desenvolvimento, Luiz Fernando Furlan, e o presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, já estavam na Suíça, onde chegaram nessa quinta-feira (27).

Hoje, Lula terá quatro encontros bilaterais. O primeiro será durante almoço com o presidente da Comissão Européia (UE), José Manuel Durão Barroso, onde vai discutir o acordo do Brasil com a UE. Logo depois, reúne-se com o chanceler alemão Gerhard Schroeder. Às 16h30, o presidente participa de sua primeira sessão no âmbito do Fórum Econômico Mundial sobre o financiamento da guerra contra a pobreza. Logo depois, leva aos participantes do encontro uma mensagem social. À noite, Lula se reúne com os presidentes da Suíça, Samuel Schmid, e da África do Sul, Tabo Mbeki.

Neste sábado, ainda em Davos, terpa encontro com investidores estrangeiros. O objetivo é mostrar a empresários europeus, americanos e asiáticos que vale a pena investir no Brasil. Será um encontro semelhante ao já promovido pelo governo brasileiro em Genebra e Nova Ioruqe no ano apssado.