O presidente Luiz Inácio Lula da Silva lança hoje o Programa Bolsa-atleta em uma
cerimônia às 15h30, no Palácio do Planalto. A iniciativa beneficiará, em uma
primeira etapa, 300 esportistas com bolsas mensais que variam de R$ 300 a R$
2.500. Esses recursos visam à manutenção pessoal mínima do atleta de alto
rendimento que queira desenvolver uma carreira esportiva.

Participam do
lançamento do programa o ministro do Esporte, Agnelo Queiroz, dirigentes dos
comitês olímpico e paraolímpico e atletas que já se destacaram no mundo
esportivo e que estão apoiando a proposta governamental. Também estarão
presentes cerca de 50 dos primeiros 300 beneficiados com a Bolsa. Durante o
evento, eles vão receber simbolicamente o cartão magnético que dá direito a
sacar o valor mensal da ajuda financeira.

Com duração de um ano, essa
nova forma de financiamento é destinada a atletas que estão despontando em
campeonatos e torneios nacionais e internacionais e que não possuem qualquer
tipo de patrocínio. A Bolsa-atleta é dividida nas categorias estudantil,
nacional, internacional e olímpica e paraolímpica. Os recursos mensais
destinados a cada uma são, respectivamente, R$ 300, R$ 750, R$ 1.500 e R$ 2.500.
Até o fim do ano, a expectativa do Ministério do Esporte é incluir no programa
mais de mil atletas brasileiros.