O presidiário Paulo da Silva Santos, de 29 anos, que estava em liberdade provisória para o Dia dos Pais foi morto na noite de ontem no bairro Jardim Primavera, em Leme. De acordo com informações da EPTV, ele levou três tiros nas costas e um no braço, enquanto conversava com um amigo em frente à casa onde morava. O amigo dele levou um tiro de raspão na cabeça, foi levado para o pronto-socorro da cidade e está fora de perigo. Segundo testemunhas, os disparos foram feitos por um homem que passou em uma moto.