Brasília – Para melhorar o atendimento da população e diminuir o tempo de espera nas filas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), o Ministério da Previdência Social criou o Programa de Gestão do Atendimento (PGA-Brasil). A implantação do programa foi dividida em quatro etapas, e a primeira começou hoje (25) em 30 agências da Previdência Social espalhadas por todo o país.

De acordo com o ministro da Previdência Social, Nelson Machado, além do PGA, existem outros elementos para melhorar a qualidade do atendimento nas agências do INSS. Machado disse que um desses elementos é "o fortalecimento da internet, para que as pessoas e empresas possam fazer suas atividades como marcação de consultas, a utilização do PREVFone e principalmente o fortalecimento da nossa tecnologia de informação".

Segundo o ministro, trata-se de um conjunto de ações que vão garantir a diminuição do tempo de espera por atendimento nas agências a partir de abril de 2006. "Nós também vamos trabalhar para tentar mudar os hábitos das pessoas que estão acostumadas a ir às agências durante a madrugada. Para isso, vamos divulgar novos horários para que as pessoas cheguem em períodos diferenciados ao longo do dia", ressaltou Machado.

O Programa de Gestão do Atendimento foi testado em cinco agências da Previdência Social de São Paulo e teve resultados animadores. De acordo como o ministro Nelson Machado, o tempo de espera nas filas foi reduzido em 40%, com queda de 62% no número de processos e aumento de 80% da produtividade dos servidores.

Nelson Machado informou que, também para ajudar a combater as filas do INSS, será realizado concurso público para preenchimento de 1.500 vagas de médico perito. Além de atender as perícias, os aprovados no concurso vão trabalhar no processo de recuperação dos beneficiários e segurados do INSS para que possam retornar ao trabalho.