As entidades abertas de previdência privada – bancos e seguradoras, sem considerar os fundos de pensão de empresas, por exemplo – registraram em 2003 o melhor resultado dos últimos oito anos. No ano passado, a carteira de investimento do setor atingiu R$ 48,5 bilhões, um avanço de 52,75% em relação a 2002.

“Foi nosso melhor desempenho desde 1995, segundo ano do Plano Real, quando houve um grande impulso para o setor”, disse o presidente da Anapp (Associação Nacional da Previdência Privada), Osvaldo do Nascimento.

As receitas das entidades abertas de previdência privada alcançaram R$ 14,869 bilhões em 2003, uma evolução de 53,56% na comparação com 2002.

Segundo a Anapp (Associação Nacional da Previdência Privada), o bom desempenho pode ser explicado pela maior conscientização da população sobre a importância da poupança de longo prazo para complementar ou planejar a aposentadoria. Esta conscientização foi provocada, segundo a Anapp, pelas discussões sobre a reforma da Previdência, aprovada em 2003. (FolhaNews)