A primavera só chega no dia 23 de setembro, mas os meteorologistas já avisam: a temperatura na estação será mais alta do que a média histórica geral dos últimos 30 anos no Sudeste, de 32 graus. Um estudo sobre o clima realizado por especialistas do Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (CPTEC/Inpe) indica que as temperaturas altas devem predominar.

"Não podemos quantificar, mas sabemos que será mais quente, acima da média", explicou o meteorologista Lincoln Muniz Alves.

Uma massa de ar quente e seco tem impedido a formação de nuvens que amenizam o calor e provocam chuvas. "Também teremos baixos índices de umidade do ar", observou o meteorologista. A estiagem deve durar até a primeira quinzena de outubro.