Mas de 10 milhões de alunos de 5 a 8ª séries do ensino fundamental e do ensino médio, de mais de 31 mil escolas públicas iniciam amanhã (16) a primeira fase das provas da primeira Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas. O Distrito Federal registra uma das maiores taxas de adesão: 76% das escolas participam da competição, envolvendo 31.019 alunos da rede pública. A Olimpíada está sendo realizada pelos ministérios da Ciência e Tecnologia e da Educação.

A prova que ocorre amanhã selecionará entre os alunos inscritos aqueles com melhor desempenho, e esses participarão a seguir da 2ª fase.

O secretário de Inclusão Social do MCT, Rodrigo Rollemberg, explica que o objetivo da Olimpíada "é estimular o estudo da matemática, identificar novos talentos, talentos que podem ser incentivados ao longo da sua carreira, e ao mesmo tempo identificar também, através do desempenho dos alunos, métodos pedagógicos de ensino da matemática com sucesso".

Os dois mil melhores colocados nas provas finais receberão bolsas de iniciação científica júnior, ao longo de um ano, para continuar a sua capacitação. Os cem melhores professores também receberão treinamento. As 27 melhores escolas municipais, em cada estado da federação, receberão um laboratório de informática. E a melhor escola de cada região do país, portanto cinco escolas, receberão uma quadra de esportes.