O Paraná deverá produzir 21,16 milhões de toneladas de grãos, ou seja, 27,1% a mais do que as 16,65 milhões de toneladas produzidas na safra passada. Segundo o novo levantamento realizado pelo Departamento de Economia Rural (Deral), da Secretaria da Agricultura, o Estado deverá ter uma área plantada de 5,916 milhões de hectares. Isso representa 0,3% inferior àquela cultivada no ano passado. O anúncio foi feito nesta terça-feira (04) pelo vice-governador e secretário da Agriculltura, Orlando Pessuti.

O secretário lembrou que a atual estimativa é superior à apresentada em agosto, quando foi divulgado o primeiro levantamento. ?Podemos verificar um aumento da área plantada com milho na safra normal, ou seja, na primeira safra. De acordo com o novo levantamento, o Paraná deverá ter uma área de 1,369 milhão de hectares. Isto representa uma área 6,8% superior àquela cultivada no ano passado?, afirmou.

Até o momento, 28,1% da área destinada à cultura foi plantada. Segundo o secretário da Agricultura, o plantio até poderia estar mais adiantado. ?Mas as chuvas que ocorreram nos últimos dias acabaram impedindo o avanço da atividade no interior do Estado?, explicou.

Segundo ele, pode-se verificar um aumento da área plantada com milho na safra normal, ou seja, na primeira safra. De acordo com o novo levantamento, o Paraná deverá ter uma área de 1,369 milhão de hectares. Isto representa uma área 6,8% superior àquela cultivada no ano passado.

A produção estimada é de 8,177 milhões de toneladas. Segundo o responsável pelo Setor de Previsão de Safras do Deral, Dirlei Antônio Manfio, a produtividade do milho deve ser de 5.971 quilos por hectare. ?Caso se confirme esta produtividade, ela será 17,6% superior à verificada na safra passada, que sofreu muito com a estiagem?, lembrou.