Foto: Arquivo/O Estado

Indústria apresenta desaquecimento.

A produção industrial brasileira cresceu 2,3% em dezembro de 2005, em relação a novembro de 2005. A taxa, segundo informou hoje o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) foi a maior na comparação mensal desde outubro de 2003.

Em relação a dezembro de 2004, o crescimento foi de 3,2%. No ano, o crescimento acumulado da produção industrial foi de 3,1%.

Segundo o IBGE, o resultado foi influenciado pelo dinamismo da produção de bens de consumo duráveis , como automóveis, eletrodomésticos e telefones celulares, e não-duráveis, como alimentos, bebidas, roupas e calçados.

A Pesquisa Industrial Mensal do IBGE mostra que o crescimento em dezembro atingiu 21 dos 23 setores pesquisados. O resultado acumulado da produção industrial no ano passado refletiu principalmente a expansão em 17 atividades, das quais os veículos automotores tiveram maior impacto sobre o desempenho global, com alta foi de 6,8%.