Produtores da região Centro-Sul anteciparam em dois meses a abertura da safra de cana-de-açúcar. O ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Roberto Rodrigues, participou da solenidade de abertura da safra, na sede da Destilaria de Álcool Cocamar, na cidade de São Tomé, no Paraná.

O presidente da União da Agroindústria Canavieira de São Paulo (Unica), Eduardo Pereira de Carvalho, disse que até o fim de abril serão ofertados 850 milhões de litros de álcool, o que poderá garantir o abastecimento e amenizar a pressão sobre os preços, decorrente da atual relação entre a oferta do produto e seu consumo.

De acordo com os dados da Unica, a região Centro-Sul deverá ter uma safra de 363 milhões de toneladas de cana-de-açúcar, o que equivale a um crescimento de 27 milhões de toneladas na moagem, em relação às 336 milhões de toneladas esmagadas na safra 2005/2006. A expansão da área colhida deverá ficar em torno de 8%.

Outra medida adotada pelo governo para conter a disparada do preço do combustível, e que vale a partir de hoje, é a redução de 25% para 20% da proporção do alcool anidro misturado à gasolina. Com isso, a estimativa é de reduzir em 100 milhões de litros por mês a demanda pelo álcool.