Foto: José Gomercindo/SECS
Setor deve receber investimentos
do BNDES de R$, 1,6 bilhão.

Um programa de expansão do setor sucroalcooleiro será desenvolvido no Paraná para aumento da produção e exportação de açúcar e álcool combustível. Projetos do setor serão financiados pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), totalizando R$ 1,6 bilhão. Os produtores entregaram as propostas para análise do governo do Estado, que está verificando a possibilidade dos financiamentos.

Segundo o presidente interino da Alcopar, Ricardo Rezende, com a implantação dos projetos haverá o aumento de 150 mil hectares de área plantada de cana-de-açúcar, o que resultará em12,7 milhões de toneladas a mais na produção e na geração de 16 mil empregos diretos e 43 mil indiretos. “O Paraná tem todas as condições para a expansão do setor. Entraremos com R$ 600 milhões e aguardamos o financiamento de R$ 1 bilhão”, disse o produtor.

O Paraná é o segundo produtor brasileiro de açúcar e a previsão da Alcopar para 2004 é de colher 28 milhões de toneladas de cana-de-açúcar, que serão transformadas em 1,1 bilhão de litros de álcool e 1,8 milhões de toneladas de açúcar. A atividade atualmente gera no Estado 16 mil empregos diretos e 48 mil indiretos, ocupando 150 mil hectares. A Associação calcula exportar 200 milhões de litros de álcool industrial para a Comunidade Européia e países de Ásia.