aftosa2221105.jpgOs pecuaristas do Paraná têm até o dia 30 de novembro para comprovar que vacinaram seus animais contra a febre aftosa. Coordenada pela Secretaria de Agricultura e Abastecimento, a Campanha de Vacinação contra a Febre Aftosa foi encerrada neste domingo (20). O Governo do Estado espera que 100% do rebanho paranaense seja imunizado.

Em todo território paranaense existem mais de dez milhões de cabeças de gado. De acordo com o Departamento de Defesa e Fiscalização da Sanidade Agropecuária (Defis), 80% dos criadores já apresentaram a documentação de confirmação da vacina. Os números finais da imunização serão confirmados até o dia 30, quando termina o prazo para que os produtores apresentem a documentação comprovando a vacinação dos animais.

O diretor de Defesa Agropecuária, Felisberto Baptista, disse que a fiscalização será rigorosa. ?Os produtores que eventualmente não apresentarem a documentação para confirmar a vacinação serão autuados e terão que pagar multa por cada animal não vacinado?, disse. Segundo Baptista, o valor da multa é de R$ 72,88 por cabeça. Ele lembrou que em algumas regiões, como o noroeste do Paraná, há uma certa demora na entrega da documentação exigida. ?Isto ocorre devido às distâncias?, concluiu.

De acordo com a Secretaria, participaram da Campanha 20 núcleos regionais, 122 unidades veterinárias, 150 subunidades e 163 conselhos municipais de saúde agropecuária. No Paraná, a Campanha teve início no dia 1º de novembro