Os problemas na distribuição do leite do Programa Leite das Crianças em Londrina são focalizados e já estão sendo investigados pela Secretaria do Trabalho, Emprego e Promoção Social. De acordo com a chefe do escritório regional, Suely Beggiato, foram detectadas irregularidades nos cadastros na região Norte da cidade. Há suspeitas de que, durante o período eleitoral, pessoas tenham agido de má fé, tentando tirar proveito do programa. As fichas preenchidas pelas mães foram extraviadas e o cadastro não foi efetivado.

"Estamos apurando as irregularidades e solucionando caso a caso", informa Suely. Segundo ela, o extravio de fichas não é a única irregularidade encontrada na região Norte de Londrina. Também têm sido constatadas fraudes em registros de nascimento das crianças e erros nas informações a respeito da renda familiar, numa tentativa de burlar as normas do programa.
Segundo a chefe do escritório regional, os comitês têm a participação da comunidade e o trabalho é feito em parceria baseada na confiança entre as partes. "Já constatamos fraudes na documentação de nove crianças e tivemos que comunicar a essas mães que terão de ser excluídas", disse.

Leite das crianças

O Programa Leite das Crianças atua em todos os municípios do Paraná e oferece um litro de leite por dia a crianças de seis a 36 meses, com renda per capita familiar de até meio salário mínimo. São cerca de 159 mil crianças atendidas. Até o final de outubro, foram adquiridos 4.094.788 litros dos produtores rurais.

À Secretaria de Agricultura e Abastecimento compete a compra e entrega do produto. A Secretaria da Saúde acompanha desenvolvimento nutricional das crianças e a de Educação proporciona a logística de distribuição. A Secretaria do Emprego, Trabalho e Promoção Social fica com a responsabilidade de cadastrar as crianças.