A decisão do PPS de Curiti­ba de ficar neutro no segundo turno da disputa eleitoral não foi suficiente para tirar o partido de Rubens Bueno de ce­na. Hoje, a coligação do Vo­to Limpo (PPS/PHS) conse­guiu sentença favorável à re­presentação que ingressou no Tribunal Regional Eleito­ral do Paraná (TRE/PR) con­tra a propaganda veiculada pelo PT (do candidato AngeloVanhoni) no horário eleitoral.

A ação pedia a imediata sus­pensão e direito de resposta, com medida liminar, à inser­ção petista que insinua que Vanhoni tem o apoio de Ru­bens no segundo turno da eleição de Curitiba. “A propa­ganda petista é ardilosa e, so­bretudo, mentirosa. Induz o eleitor a pensar que estamos apoiando Vanhoni, o que é ri­gorosamente falso”, reagiu Bueno (leia mais na edição de amanhã do jornal O Estado do Paraná).