O Ministério da Educação deve divulgar até o final do ano um projeto de expansão dos cursos de graduação do ensino superior. "Não estamos descuidando da educação superior no país. Temos um projeto que deve ganhar corpo até o final do ano para expandir a graduação", afirmou o ministro Fernando Haddad.

Para isso, segundo o ministro, será usada uma pesquisa sobre mercado de trabalho e expectativa profissional. Este estudo é semelhante ao que será realizado na pós-graduação.

"Faremos uma análise a partir de algumas vertentes, entre elas, a análise das demandas do mercado de trabalho. O nosso ponto de partida será uma pesquisa que está sendo preparada pelo presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Reynaldo Fernandes. Desde sexta-feira, podemos contar com ele na presidência do instituto", ressaltou Haddad.

O anúncio foi feito durante a assinatura de uma cooperação técnica para a realização de uma pesquisa que revelará o perfil dos estudantes de mestrado e doutorado do país. A análise será feita por meio de uma parceria entre a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), o Instituto de Estudo e Pesquisa Aplicada (Ipea) e o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPQ).

Na cerimônia de assinatura desse acordo, o presidente da Capes, Jorge Almeida Guimarães, destacou que os pesquisadores do Ipea terão acesso ao Portal dos Periódicos da Capes. O site tem 9.100 títulos de fontes nacionais e internacionais, além de todas as patentes do mundo concedidas desde 1966.