Vinte e seis entidades sociais do Estado receberam do Programa do Voluntariado Paranaense (Provopar), nesta quarta-feira, equipamentos para serem usados pelas comunidades carentes na geração de renda. “Queremos que as comunidades se desenvolvam. Por isso, ao invés de entregarmos fraldas ou alimentos, entregamos as máquinas para que as pessoas possam se capacitar e ter uma nova fonte de renda”, disse Lúcia Arruda, presidente do Provopar.

Também foram entregues computadores para os chefes dos 10 núcleos regionais de ensino que mais arrecadaram agasalhos na campanha deste ano, que superou 30 mil quilos. “Estamos premiando a cidadania, a solidariedade e o companheirismo”, completou Lúcia.

Somente os Núcleos Regionais de Ensino de Maringá e da Área Metropolitana Sul somaram 22 mil quilos de roupas, que foram distribuídas para as comunidades carentes dos próprios municípios. “Os alunos estavam empenhados na campanha e mostraram que a solidariedade é um gesto muito bonito”, relatou a chefe do núcleo de Maringá, Adelaide Colombari.