Ao abrir seu espaço cultural na segunda-feira (06) à noite, na praça de eventos do Shopping Crystal, o Provopar Ação Social marcou o início das atividades paralelas que serão realizadas em Curitiba, durante o mês de março, por ocasião da 8ª Conferência das Partes da Convenção sobre Biodiversidade Biológica (COP8) e da 3ª Reunião das Partes do Protocolo de Cartagena (MOP3), que juntas devem trazer ao Paraná de 12 mil a 15 mil visitantes de 188 Nações.

?Estamos nos preparando para mostrar a Curitiba, que foi comparada pelo Papa João Paulo II à Jerusalém, na véspera do Pentecostes, dada a diversidade dos povos que aqui vivem. E o Provopar, com essa exposição, está promovendo o resgate das tradições do Paraná?, disse o deputado estadual Rafael Greca, em seu discurso para dezenas de convidados a solenidade de abertura do espaço cultural denominado ?Arte Popular do Estado do Paraná?.

O governador Roberto Requião foi representado pelo seu chefe de gabinete, deputado Vanderlei Iensen, que fez questão de destacar o trabalho de Lucia Arruda à frente do Provopar e por sua iniciativa em inaugurar aquele espaço cultural, ?através do qual os visitantes poderão conhecer de perto a arte popular e o artesanato de nosso Estado. Portanto, Lucia Arruda está de parabéns por mais esta iniciativa?.

A secretária da Cultura, Vera Mussi, disse que o Provopar tem sido parceiro de sua Secretaria em vários projetos e lembrou a participação do Paraná no ?Ano do Brasil na França?, em 2005, no Carreau du Temple, em Paris, ?quando franceses e europeus tiveram a oportunidade de conhecer a arte e o artesanato paranaense. Agora, o Provopar abre essa mostra e mais uma vez divulga o nosso Estado?.

Exposição

Durante o evento, os convidados puderam presenciar o trabalho de duas artesãs na confecção de ?pessankas? ? ovos coloridos, que segundo a tradição ucraniana representa a vida e traz sorte. O espaço cultural termina no dia 31 de março, quando do encerramento da 8ª Conferência das Partes da Convenção sobre Biodiversidade Biológica (COP8) e da 3ª Reunião das Partes do Protocolo de Cartagena (MOP3). Até lá permanecerá aberta para a visitação publica, gratuitamente, com outras oficinas de artesanato e arte popular.

A solenidade de abertura do espaço cultural do Provopar contou ainda com a presença do secretário da Comunicação Social, Airton Pissetti, do ex-secretário da Justiça e da Cidadania, Aldo Parzianello, do secretário especial para Assuntos Estratégicos, Nizan Pereira, do presidente da ParanáPrevidência, José Maria Correia, do diretor-presidente da Imprensa Oficial do Paraná, João Formighieri, do coordenador de artesanato do Provopar, Iramar Diório Hermógenes, da coordenadora de Ação Social do Provopar, Iva Sandra Morais, do diretor do Corpo Consular, Fernando Miranda, da representante do Shopping Crystal, Liliam Vargas, e da produtora Ilse Lamback.

Os representantes dos 188 países participantes da 8ª Conferência das Partes da Convenção sobre Biodiversidade Biológica (COP8) e da 3ª Reunião das Partes do Protocolo de Cartagena (MOP3), que serão realizadas de 13 a 31 de março, em Curitiba, terão a oportunidade de apreciar o artesanato e a arte popular paranaense, através do espaço que o Provopar Ação Social vai produzir na praça de eventos do Shopping Crystal.

Os organizadores dos dois eventos acreditam que, nesse período, de 12 a 15 mil pessoas são esperadas em Curitiba, entre as quais 45 ministros do meio ambiente. A MOP3 será realizada de 13 a 17 de março e a COP8 tem seu início previsto para o dia 20. Outros 40 eventos paralelos estão sendo montados e incluem visitas a Unidades de Conservação, bem como ao espaço do Provopar, produzido por Dado Dantas e Ilse Lambach.

Dado Dantas destacou que, ao visitar o espaço no Shopping Crystal, o público terá ?uma pequena mostra daquilo que foi a apresentação do Provopar no ano passado no Espaço Brasil, no Carreau du Temple, em Paris. Na oportunidade, empresários franceses, turistas e um grande número de jornalistas sediados na França puderam conhecer o Paraná por meio do artesanato, fotografias, apresentações artísticas e até mesmo pela degustação de nossos produtos. Estamos envolvidos com o resgate da cultura paranaense pelo artesão, que é na maioria das vezes um artista anônimo?, disse o produtor.

Para Lucia Arruda, presidente do Provopar, ao visitar o espaço denominado ?Arte Popular do Estado do Paraná?, o público poderá ver o filme ?Paraná terra de todos nós?, feito especialmente para a mostra de Paris e que vem sendo apresentado pela TV Paraná Educativa. ?O filme fala das várias etnias que ajudaram a construir este Estado. Nosso estante no Shopping Crystal será muito bem montado e vai com certeza chamar a atenção dos participantes da Conferência da Biodiversidade, abrindo-se uma porta de futuros negócios para nossos artesãos?.

Por último, Ilse Lambach revelou que o espaço do Provopar contará com oficinas de artesanato, onde o público poderá ver o artesão trabalhando em suas peças, e um balcão para que a instituição possa prestar contas de sua atuação e mostrar os vários programas em andamento em todo o Estado.

O que é

A Convenção Sobre Diversidade Biológica (CDB) é resultado da Conferência das Nações Unidas para o Meio Ambiente e o Desenvolvimento, realizada em 1992 no Rio de Janeiro. A Convenção é o principal fórum mundial na definição do marco legal e político para temas e questões relacionadas à biodiversidade, sendo que 188 países já ratificaram a Convenção.

A MOP3 trata exclusivamente do Protocolo de Cartagena e assuntos relacionados a organismos geneticamente modificados. Os assuntos em destaque na próxima reunião deverão ser a movimentação fronteiriça de organismos vivos geneticamente modificados, mecanismos de acesso à informação, certificação e rotulagem de organismos modificados geneticamente e análise de risco.