O PSB do Paraná vai homologar amanhã a candidatura do presidente regional do partido, Severino Nunes de Araújo, para o governo do Estado. Desse modo, o partido garante palanque para o candidato a presidente, Anthony Garotinho, também no Paraná. O tempo de televisão não deve ultrapassar um minuto. O partido tinha três deputados estaduais até a votação do projeto que impedia a venda da Companhia Paranaense de Energia (Copel). Apesar da decisão da executiva nacional para votar contra a venda, eles se posicionaram favoráveis e foram obrigados a sair.

Depois de ter apoiado os mais diferentes candidatos a governo nos últimos anos, o PSB espera ganhar o apoio da população com suas próprias propostas. “Chegou o momento de ter um rosto diferente”, diz Araújo.

Os 132 convencionais com direito a voto devem escolher a chapa com candidatos a governador e vice, dois nomes para o Senado, 46 pretendentes à Câmara dos Deputados e 23 para a Assembléia Legislativa.