São Paulo – O PSDB encaminhou ontem (22) ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) uma representação contra o PT. Segundo o TSE, o PSDB acusa o PT de ter veiculado, em 21 de novembro, publicidade partidária gratuita no rádio e na TV com o propósito de ridicularizar o prefeito de São Paulo, José Serra (PSDB), e o governador Geraldo Alckmin (PSDB), pré-candidatos a presidente.

Os advogados do partido, Milton Terra e Afonso Ribeiro, pediram a cassação de 20 minutos da publicidade partidária em bloco em cadeia estadual que os petistas têm direito. Terra e Ribeiro alegaram que o PT antecipou a publicidade eleitoral gratuita e que o uso de caricaturas de Serra e Alckmin na propaganda visava macular a imagem deles junto aos eleitores.