O PSDB não criará nenhum obstáculo para aprovar ainda hoje a reforma previdenciária na Comissão Especial, desde que não haja atropelo nas discussões. A informação foi dada, há pouco, pelo líder do PSDB, deputado Juthay Magalhães (BA), acrescentando que o partido apresentará três destaques para votação em separado. Segundo Jutahy, dos cinco deputados do PSDB que integram a Comissão Especial, quatro votarão a favor da reforma e um contra. Ele lembrou que mesmo em plenário, encaminhará favoravelmente a aprovação da reforma previdenciária, até mesmo porque o PSDB sempre foi a favor da matéria e não tem sentido, agora que é oposição, votar contra.

O líder do PFL, deputado José Carlos Aleluia (BA), disse que seu partido também é favorável à aprovação da reforma, mas que existem alguns deputados que não estão satisfeitos com o texto apresentado pelo deputado José Pimentel (PT/CE). Segundo ele, dos cinco deputados do PFL que integram a comissão, dois votarão a favor do texto e dois contra. Aleluia disse ainda que propôs, para agilizar a votação ainda hoje, três votações nominais dos temas mais polêmicos: contribuição dos inativos, pensionistas e judiciário, para que os deputados mostrem suas caras à opinião pública ao votar esses temas polêmicos.

Ao todo, foram apresentados à Comissão Especial, 60 destaques ao texto apresentado pelo deputado José Pimentel.