O PSDB pediu ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que multe o PT pela suposta distribuição de folhetos com a tabela dos jogos da Copa e a inscrição "Copa 2006 – Lula é show de bola" e outras referências à possibilidade de reeleição de Luiz Inácio Lula da Silva.

O partido sustenta que a propaganda eleitoral é permitida apenas a partir de 6 de julho e que o PT deve ser punido com multa de 20 mil a 50 mil UFIRs (cerca de R$ 20 mil a R$ 50 mil) e pede a proibição da distribuição e o recolhimento do material. O vice-procurador-geral eleitoral, Francisco Xavier Pinheiro Filho também estuda a possibilidade de contestar no TSE a distribuição dos folhetos.

Realizada em maio, a distribuição do folheto foi noticiada pelo Estado. "As evidências estão todas a sugerirem a prática de campanha maciça, ostensiva e ofensiva, caracterizando propaganda deliberada e previamente acordada sob a responsabilidade do Partido dos Trabalhadores", sustenta o PSDB. Os folhetos foram distribuídos em locais públicos e na reunião partidária do PT.